Luciaadverse's Blog

maio 19, 2013

Universo Curvo – Cloitre des Billettes

No último dia 2 de maio, inaugurou no Cloitre des Billettes, Paris, França, a minha exposição individual intitulada Universo Curvo. O local, trata-se de um Mosteiro Luterano, datado sua construção em 1294. É o único edifício medieval no coração da cidade, localizado bem próximo ao Hotel de Ville.

Universo Curvo - Cloitre des Billettes- blog-1

Universo Curvo - Cloitre des Billettes- blog-2

A exposição ficou belíssima, muito bem organizada pela Galeria Ricardo Fernandes. Fiquei muito feliz com o resultado e com a crítica positiva.

O diretor responsável pela curadoria do Cloitre des Billettes, Thierry Renaudin-Viot, também diretor do Museu Victor Hugo (Place des Voges), elogiou como as obras tiveram uma sintonia perfeita com a arquitetura do mosteiro. “Além da textura das paredes e das obras comporem harmoniosamente, as curvas dos arcos góticos combinam com o conceito do trabalho da artista.” Completa Marc Soléranski, historiador e professor de história da arte em Paris.

Universo Curvo - Cloitre des Billettes- blog-6Para completar, a luz natural projeta sombras dos arcos por todos os corredores do edifício, onde estão expostas as obras, sendo alternados de acordo com o horário do dia. Presente divino!

Universo Curvo - Cloitre des Billettes- blog-3

Essa série de fotos criadas em 2011, propõe uma homenagem ao arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer que ficou mundialmente conhecido pelos seus inesquecíveis projetos curvos. Através de imagens abstratas, faço uma releitura, não somente do universo da forma da arquitetura de Niemeyer, mas também faço referência ao espaço sideral e aos elementos da natureza, como as montanhas, o curso sinuoso dos rios e o litoral do meu país, os mesmos elementos tanto referenciado e mencionado pelo arquiteto durante sua trajetória artística.

Universo Curvo - Cloitre des Billettes- vernissage-4

Universo Curvo - Cloitre des Billettes- vernissage-6

As 20 fotografias que integram essa série, têm nomes escolhidos de acordo com os elementos citados que inspiraram o meu trabalho.

A sensualidade presente nas formas curvas e também destacada na célebre frase do arquiteto (citada abaixo), foram motivo da escolha de palavras femininas como títulos de cada imagem que compõe a série.

“Não é o ângulo reto que me atrai. Nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual. A curva que encontro nas montanhas do meu País, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, nas nuvens do céu, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o Universo – o Universo curvo de Einstein.”

Oscar Niemeyer

dupla blog

A cor azul predominante em toda a série de fotos, remete a cor do céu, do mar, também muito utilizada por Niemeyer em seus projetos, como o painel criado pelo artista Cândido Portinari, na Igreja São Francisco de Assis, Pampulha ou o painel de azulejos do artista plástico Athos Bulcão, pertecente a Igreja Nossa Senhora de Fátima em Brasília. Ambas construções foram tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

dupla blog 2

No dia seguinte da abertura, consequentemente o primeiro dia da exposição, retornei ao mosteiro e fiquei durante algum tempo fotografando. Foi gratificante ter a oportunidade de observar a reação do público diante do meu trabalho. Esse retorno é imprescindível para o artista e registrei a interação das pessoas com as obras.

apaixonada

praia

sinuosa - noite estrelada

alegria e

Também foi divertido ver as pessoas se fotografarem junto com as obras.

Universo Curvo - Cloitre des Billettes- blog-11

Universo Curvo - Cloitre des Billettes- blog-19

Para terminar, gostaria de agradecer o marchand e crítico de arte Ricardo Fernandes que levou a série Universo Curvo ao conhecimento do curador Thierry Renaudin-Viot.

Também não poderia deixar de agradecer o apoio incondicional da minha família e de meus verdadeiros amigos ao meu lado nessa jornada.

Ao professor Marc Soléranski, o meu mais sincero reconhecimento e gratidão pelo brilhante texto escrito sobre a minha trajetória artística.

A exposição Universo Curvo, fica em cartaz até dia 31 de maio no Cloitre des Billettes.

24, rue des Archives

75003 Paris

Metro: Hôtel de Ville

Mapa

Avisem seus amigos que estiverem em Paris, ficarei muito honrada com a visita!

junho 29, 2012

ARTPRICE – Universo Curvo

É com grande satisfação que hoje venho noticiar a minha primeira participação em um leilão internacional.

No ano passado, produzi uma série intitulada Universo Curvo com a qual participei com 15 fotos na exposição CLICK NOW!, promovida pela Galerie Ricardo Fernandes no Espace Beaurepaire, em Paris, França. Na época, escrevi sobre a série de fotos aqui no blog. Depois do grande sucesso em setembro, o marchand Ricardo Fernandes, apresentou parcialmente a mesma série no final do ano em sua galeria, na coletiva Happy End.

Algumas semanas atrás, recebi do Ricardo Fernandes, a notícia que a ARTPRICE, havia escolhido 3 obras do Universo Curvo para serem leiloadas no seu site.

Título: Noite Estrelada – Série Universo Curvo

Tamanho: 74 x 111cm

Tiragem: 03/06

Título: Montanha – Série Universo Curvo

Tamanho: 60 X 90cm

Tiragem: 01/06

Título: Via Láctea – Série Universo Curvo

Tamanho: 60 X 90cm

Tiragem: 02/06

Leilão

Início: dia 28 de junho, 13h.

Encerramento: 4 de julho, 17h.

(Horário Brasília)

Agradeço ao marchand Ricardo Fernandes que desde o início acreditou no meu trabalho, incentivando-me a continuar produzindo para o mercado das artes. Também agradeço a minha família o apoio incondicional e a compreensão em meus períodos de ausência.

Mais informações, clique nas imagens abaixo:

janeiro 5, 2012

Boletim Cultural da Embaixada Brasileira na França

Desde o dia 1º de dezembro, 4 obras da minha série “Universo Curvo”, estão fazendo parte da exposição Happy End, na Galeria do marchand Ricardo Fernandes, em Paris. Essa série é composta de 20 obras, onde 15 delas, também foram apresentadas em setembro, em outra amostra coletiva, o Click Now!  Clicando nas palavras linkadas, você terá oportunidade de ver o conceito da série, as exposições e conhecer as galerias.

Ontem, a exposição saiu na programação cultural da Embaixada Brasileira na França. Para ter acesso ao pdf com a programação completa, clique no link abaixo:

Bulletin culturel du 11 janvier 2012 – Ambassade du Brésil

novembro 18, 2011

Happy End

Encerrando as atividades do ano, o marchand Ricardo Fernandes promove uma coletânea com obras de 6 artistas em sua galeria em Paris. Esculturas, pinturas e fotografias convivem em harmonia no elegante espaço no Marais.

Nessa amostra, participo com algumas peças da minha série Universo Curvo, inspirada nas curvas da arquitetura do Oscar Niemeyer, mais detalhes veja aqui.

Quem estiver em Paris nesse período não deixe de nos prestigiar!

setembro 10, 2011

Click Now! – Vernissage

A pedido de alguns amigos que não puderam comparecer a vernissage da minha mais recente exposição, disponho aqui algumas fotos do dia da inauguração.

Click Now! Foi o título da amostra que reuniu os trabalhos de 3 fotógrafos: Anca Gravris, Felipe Fontoura e Lucia Adverse.

Nessa amostra estou tendo a oportunidade de mostrar 15 obras da minha série: Universo Curvo.

A galeria é ampla, belíssima e tudo foi impecavelmente organizado pelo marchand Ricardo Fernandes que também foi o curador e cenógrafo da exposição. Durante a vernissage, além dos registros que fiz, também contei com o auxílio de Claudia Romero, Flavio Adverse e Sami Korhonen.

A exposição fica até o dia 18 de setembro, no Espace Beaurepaire, em Paris, França.

Endereço: 28, rue Beaurepaire

75010 Paris

Parking Vinci Park Service (50, rue Malte)

Metro République

Mapa: clique aqui

Nessa foto com meu marido e meus 3 lindos filhos.

Abaixo com o marchand Ricardo Fernandes, entre as obras “Interseção e Companheira.

Música popular brasileira com DJ ao vivo, máximo não? Pena que não fotografaram o bar, onde uma bela e charmosa “barwoman” preparava os coquetéis.

Devido a sensualidade presente nas formas curvas das sombras, decidi que todas as 20 imagens da série (15 expostas na galeria) teriam nomes femininos. Alguns remetem a natureza, ao universo, pensamentos e “Estado de Espírito”.  Somente uma obra é relacionada ao nome de pessoa. Pela forma estilizada de um “M”, com a figura abaixo fiz uma homenagem a minha filha Mariana que aparece ao lado da obra que lembra a letra do seu nome.

Dessa vez tive o privilégio e a felicidade de conseguir levar a abertura da exposição meus filhos, minha mãe e os pais do meu marido, companheiro constante em todos os momentos importantes da minha vida.

Quem sabe numa próxima oportunidade consigo reunir meus irmãos, sobrinhos, minha linda norinha Juliele e meus amigos que tanto torcem por mim.

agosto 30, 2011

Universo Curvo

Em maio desse ano, durante um passeio pelo interior da França, paramos na estrada em um local para abastecermos e fazermos um lanche. Quem disse que consegui comer direito? Enquanto todos lanchavam, fiquei agitada, quando percebi as sombras que os arcos de aço do local projetavam sobre o chão. Busquei a câmera no carro e envolvi-me com aquelas formas, cores e texturas. Como perder aquela oportunidade? Ao mesmo tempo, não poderia fazer todos me esperarem enquanto fotografava, então quis aproveitar cada minuto do local e registrar o que via pela minha frente.

Logo que comecei a fotografar, senti uma relação entre aquelas formas curvas e a arquitetura do brasileiro Oscar Niemeyer. Sempre admirei o trabalho desse arquiteto e a maneira com que construiu sua marca registrada, as formas curvas. A imagem abaixo foi uma das primeiras que fiz, através das formas criadas pelas sombras, quis construir a Igreja São Francisco de Assis da Pampulha, uma das construções mais famosas de Oscar Niemeyer na minha cidade natal e cartão postal.

A série de fotos compreende entre 20 imagens, além de ser uma homenagem as formas da arquitetura de Niemeyer, também remete aos elementos da natureza e do universo.

Para quem puder conferir, Universo Curvo estará exposto de 01 à 22 de setembro, no Centro Cultural Espace Beaurepaire de Paris, com a curadoria e organização do marchand brasileiro radicado na França, Ricardo Fernandes.

 

Blog no WordPress.com.