Luciaadverse's Blog

dezembro 13, 2011

Alfred Stieglitz – Vídeo

E por falar em Alfred Stieglitz, no post de hoje, compartilho o vídeo Masters of Photography. O vídeo conta-nos um pouco da sua história, ilustrado com belas fotos desse mestre da fotografia.

dezembro 12, 2011

Winter – Fifth Avenue

Filed under: Historia da fotografia — Tags:, , — Lucia Adverse @ 1:23 pm

Não canso de falar sobre Alfred Stieglitz, vire e mexe escrevo sobre esse grande fotógrafo aqui. Hoje escrevo uma breve curiosidade sobre a foto: Winter – Fifth Avenue

Alfred Stieglitz dizia com orgulho que ficou três horas em pé, durante uma nevasca em 1982, “à espera do momento apropriado”. O momento apropriado é aquele em que se consegue ver coisas (sobretudo aquilo que todos já viram) de um modo novo.

dezembro 10, 2011

Como baixar um vídeo do YouTube através do Safari

Filed under: Curiosidades, Dicas — Tags:, , — Lucia Adverse @ 11:07 am

Já conhecia algumas maneiras de baixar vídeos do YouTube, mas todos através de programas instalados previamente no computador.

Hoje descobri uma maneira simples, fácil e melhor: direto do Safari. É isso mesmo, você não entendeu errado! Se possui um computador da Apple, não será necessário instalar nenhum programa no seu computador.

Abra o YouTube e escolha o filme.

Clique na tecla pause.

Vá na barra de menu, Window (Janela), Activity (Atividade).

Quando clicar em Activity, aparecerá uma janela parecida com essa abaixo com o histórico das últimas páginas acessadas por você na internet. Clique na seta com o nome do filme (do You Tube) que você deseja baixar no seu computador, ela ficará para baixo, assim como na minha janela.

Navegue pelos links, observe à direita, a maioria das informações estão em KB, procure uma que estiver carregando em MB. Encontrou? Dê um duplo clique.

Pronto! Assim que der o duplo clique, seu vídeo começará a carregar:

dezembro 9, 2011

Happy End – Vernissage

Filed under: Exposições — Lucia Adverse @ 12:36 pm

Happy End: Vernissage hoje em Paris

Mais informações aqui no blog:

Happy End

Ou no site da Galeria Ricardo Fernandes

dezembro 8, 2011

Jogo de Xadrez

Desde ontem, minha série Jogo de Xadrez, está sendo exibida na galeria virtual HipsterTribe.

Essa série é composta por um trípidico de fotos de arquitetura, inspiradas no tabuleiro do Jogo de Xadrez. Trata-se de uma criação, feita a partir de fotografias capturadas da fachada de um edifício de construção moderna.

Rei

Escolhi para cada obra, o nome de uma peça correspondente a regra do jogo de xadrez, que por sua vez é composto por 6 tipos de peças formando ao todo 16 peças no tabuleiro. Como minha série é composta por um trípidico, foi preciso que a minha escolha se limitasse em apenas 3 dos 6 tipos de peças existentes no jogo.

Rainha

O critério de escolha baseou-se no grau de importância das peças na regra do jogo. Também levei em consideração o real significado de cada peça, selecionando as que tinha alguma relação humana, consequentemente: Rei, Rainha e Bispo. Depois de definido os nomes, observei o acabamento superior e inferior de cada figura, escolhi os nomes estabelecendo uma relação de semelhança com as coroas do Rei, Rainha e o Chapéu do Bispo (a tenalha simples).

Bispo

O jogo de xadrez é um jogo que envolve arte, ciência, estratégia e tática, pois não contém o elemento sorte. É um dos jogos mais populares do mundo e contou com entusiastas como os artistas Marcel Duchamps e Man Ray. Na terminologia os jogadores de xadrez são conhecidos como enxadristas.

Como já é de costume deles, o HipsterTribe optou por inserir duas das três imagens, conheça a galeria virtual clicando aqui.

dezembro 7, 2011

Alexey Titarenko – Book

Filed under: Dicas, Livros de fotografia — Tags:, , — Lucia Adverse @ 7:28 pm

No último post falei sobre minha nova descoberta, o fotógrafo Alexey Titarenko. Naquele dia em que pesquisei sobre o artista, li um interessante artigo sobre o seu livro:

Não escrevi nada a respeito aqui, porque constatei em todos os lugares por onde procurei que estaria esgotado. Mas, ontem chegou uma remessa de 17 exemplares na Amazon, imediatamente comprei o meu e dei a dica no perfil do meu Twitter. Hoje tive a idéia de colocar a dica no blog e para minha surpresa, enquanto eu escrevia esse post, acessei o site da livraria e o livro estava esgotado novamente.

Na minha opinião, vale à pena insistir, pois o trabalho do fotógrafo é maravilhoso!

dezembro 4, 2011

Uma nova descoberta

Geralmente quando estou lendo um livro teórico sobre arte, é muito comum recorrer ao Google para pesquisar por imagens. No final de semana passado, estava lendo sobre Etienne-Jules Marey e Eadweard Muybridge. Apesar de conhecer as experiências desses dois grandes estudiosos sobre o movimento quis relembrá-las.

Quando de repente descubro o trabalho de um outro fotógrafo: Alexey Titarenko.

Não preciso dizer o quanto senti-me feliz em conhecer o trabalho desse artista contemporâneo. Fiquei fascinada (acho que esse seria o adjetivo mais fiel ao que senti) com todo o trabalho desse fotógrafo russo, mas principalmente com as séries de movimento.

Alexey Titarenko Viktorovich nasceu em 1962, na cidade de São Petersburgo, Rússia. Aos 15 anos, se tornou o mais jovem membro do fotoclube independente Zerkalo (Mirror). Graduou-se no Departamento de Arte Cinematográfica e Fotografia do Instituto Leningrado de Cultura. Sua série de colagens e fotomontagens “Nomenklatura of Signs” é um documentário sobre o regime comunista como um sistema opressivo que converte os cidadãos em meros sinais. Exibida pela primeira vez em 1989, em Leningrado (antigo São Petersburgo).

Em 1990, “Nomenklatura of Signs” foi incluída no Photostroyka, considerada a principal amostra da nova fotografia soviética que excusionou pelos EUA.

Após o colapso da União Soviética em 1991, o fotógrafo produziu várias séries de fotografias sobre a condição humana do povo russo durante aquele período e o sofrimento pelo qual passaram ao longo do século XX. Para ilustrar as ligações entre presente e passado, criou poderosas metáforas utilizando longa exposição e introduzindo intencionalmente movimentos nas suas street photography.

A série mais conhecida deste período é “City of Shadows “, cuja paisagem urbana reitera a escadaria de Odessa (também conhecido como o Primorsky ou escadas Potemkin ), cena do filme “O Encouraçado Potemkin” de Sergei Eisenstein. Inspirado pela música de Dmitri Shostakovich e os romances de Fiódor Dostoiévski , ele também traduziu a visão de Dostoievski da alma russa em algumas vezes poético, algumas vezes em dramáticas imagens da sua cidade natal, São Petersburgo.

Foi muito difícil escolher as fotos para esse post e recomendo à você uma visita ao site de Titarenko: http://www.alexeytitarenko.com/

Blog no WordPress.com.