Luciaadverse's Blog

junho 30, 2009

Edward Steichen

Filed under: Historia da fotografia — Tags: — Lucia Adverse @ 10:45 pm

Eduard Jean Steichen nasceu em Luxemburgo em 1879, imigrando para os Estados Unidos com seus pais um ano depois. Na escola, o pequeno Edward demonstrou seu talento através de seus primeiros desenhos. Desde muito novo interessou-se pela arte, encorajado pela sua mãe. Em 1893, em Chicago, teve o seu primeiro grande contato com o mundo da arte contemporânea na World’s Columbiam Exposition. Aos 15 anos começou a trabalhar como aprendiz de litografia em Milwaukee (durante quatro anos), no American Fine Art Company, mas não deixou de desenhar e pintar. Em 1895, Steichen comprou a sua primeira máquina fotográfica com o seu salário e fez seus primeiros retratos, mantendo inicialmente um forte estilo pictórico.  Em 1896, tornou-se presidente do  Milwaukee Art Student’s League fotográficos. As suas fotografias foram expostas publicamente  pela primeira vez  na Filadélfia, no ano de 1899. Clarence White o conheceu em 1900 e o apresentou a Alfred Stieglitz com quem logo começou a colaborar na instalação da Galeria 291 e ajudou a estabelecer o Photo-Secession, um grupo de fotógrafos liderados por Stieglitz empenhados em fazer avançar a fotografia como uma arte. Steichen também ajudou na fundação da revista “Camera work”, uma nova revista trimestral de fotografia editada por Stieglitz. Desenhou  a capa da primeira edição e fez a tipografia. Nesta época, ainda não dedicado totalmente à fotografia, Steichen passou a maior parte de seu tempo, antes da Primeira Grande Guerra como pintor na França. Lá seu conhecimento sobre o Simbolismo, o Expressionismo e o Cubismo, possibilitou  direcionar sua atenção a estes importantes movimentos. Começou a fazer experiências com fotografias a cores em 1904, tendo sido um dos primeiros a usar o processo autochrome dos irmãos Lumiére. Em 1906, regressou a Paris, onde ficou responsável pela seleção de trabalhos  exibidos por Alfred Stieglitz em Nova Iorque.

Picture 5Edward Steichen
Henri Matisse and “The Serpentine”
c. 1909

Entre os artistas que tiveram os seus trabalhos selecionados encontravam-se nomes como John Marin, Picasso, Matisse, Brancusi, Cezanne e Rodin. Além da pintura , Steichen foi um mestre de nus femininos, fez fotografias ao estilo simbolista de paisagens rurais e urbanas e retratos de figuras expressivas de Paris e NY neste período.

USAPsteichen

Em 1910 exibiu 31 fotografias na International Exhibition of Pictorial Photography, em Buffalo. Um ano depois fez as suas primeiras fotografias de moda, embora tenha começado a dedicar a maior parte do seu tempo à pintura.

Enquanto comandante da divisão fotográfica da força expedicionária do exército, durante a Grande Guerra Mundial, foi ganhando experiência e conhecimentos na fotografia aérea, que requeria grande precisão.

Mais tarde tornou-se fotógrafo-chefe nas publicações Conde Nast e nos quinze anos seguintes publicou regularmente fotografias na Vogue e na Vanity Fair. Foi também fotógrafo de publicidade na agência J. Walter Thompson.

Entretanto, as relações com Alfred Stieglitz tornam-se tensas devido a divergências relativamente ao fato de trabalhar em fotografia comercial e publicitária, fato com o qual Stieglizt não concordava. Steichen acreditava que tanto a fotografia de moda como a fotografia comercial poderiam ser elevadas ao nível da arte.

18058486_Norma_Shearer_Edward_Steichen_01

CN00024961_EXTRsteichen7

Em 1938 deixou a fotografia comercial e  em 1945  tornou-se director do U.S. Naval Photographic Institute.

Em 1947, Steichen foi nomeado Diretor do Departamento de Fotografia do Museum of Modern Art de NY (MOMA), cargo que exerceu até 1961. Planejou e organizou mais de 50 exposições, entre as quais a exposição “The Family of Man considerando sua maior obra.

Em 1961, foi homenageado numa exposição individual de fotografia no Museu de Arte Moderna. Três anos mais tarde foi criado no Museu, o Edward Steichen Photography Center. Em 1967, Steichen escreveu: “… hoje já não estou preocupado com a fotografia como uma forma de arte. Acredito que ela é, potencialmente, o melhor meio para explicar o Homem a ele próprio e ao seu semelhante.”

Em 1972, foi reconhecido como um dos fotógrafos que por suas idéias, atitudes e imagens que mais ajudou a dar forma à fotografia do séc XX.

Faleceu em West Redding, no Connecticut, em 1973, pouco tempo antes do seu 94.º aniversário.

artwork_images_115950_424715_edward-steichen

brooklynbridge46

Anúncios

1 Comentário »

  1. 😀 nice

    Comentário por kkristin aandal — dezembro 17, 2009 @ 2:10 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: